BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

quarta-feira, 13 de maio de 2015

JOSÉ REBOUÇAS DE PAIVA,

 Natural de Apodi, nascido a 17 de junho de 1982, filho de  José Mendes Rebouças, nascido a 7 de março de 1949, filho de João Mendes Rebouças e Maria Francisca de Jesus; e Maria Mercês de Paiva, nascida a 20 de setembro de 1949, filha de Saturnino Victor de Paiva e Raimunda Oscarina de Paiva. Casou-se em 2000 com RAIMUNDA ROMANA DE LIMA, natural de Apodi, nascida a 3 de setembro de 1969, filha de João Braz de Oliveira e Antonia Moreira de Oliveira, com os seguintes filhos: MARIA CLARA LIMA PAIVA, nascida a 28 de setembro de 2001 e MARIA CLARICE LIMA PAIVA, nascida a 22 de fevereiro de 2006. È acadêmico de Letras na Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, Campus de Mossoró. Trabalhou por vários anos na Rádio Vale do Apodi (AM – 1030 Khz ), a Voz do Oeste, fundada em 23 de junho de 2002, de propriedade do ex-deputado federal Ney Lopes de Souza. É colunista dos jornais:  “O VALE DO APODI”, de propriedade de Marcio Morais, fundado a 4 de janeiro de 2003 e do jornal “TRIBUNA DO OESTE”, impresso em Mossoró, do jornalista ISAIAS GARCIA, o conhecidíssimo SHAOLIN. Membro da Academia Apodiense de Letras, cadeira nº 23 que tem como patrono:  RAIMUNDO VALDOCI DE MELO, natural de Apodi, nascido em  26 de setembro de 1948 e faleceu em 1º de janeiro de 2004,  filho de Sebastião Oliveira Pinto e de Francisca Gomes de Melo

           É pai das Marias: Clara e Clarice. Recentemente, casou-se com a cearense Regiane Santos Cabral de Paiva, professora de língua e literatura espanhola da UERN-Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, com quem ainda não teve filhos.
      Logo na adolescência se interessou pelo rádio, começando como atendente de telefone, passando a locutor/apresentador. Ajudou na Luta FM e apresentou programas na Rádio Cidade. Em 2002, foi contratado como radialista pela Rádio Vale do Apodi onde exerceu a função de repórter diário. Em 2004, assumiu a função de chefe de redação até 2006.
         O interesse pelo jornalismo lhe conduziu para o caminho da notícia. Tudo começou muito antes, quando a jornalista Ieda Silva o convidou para desenhar as charges do jornal O Oestano. Foi colunista no jornal O Vale do Apodi e no Jornal de Negócios, depois Tribuna do Oeste, e desde 2007 foi contratado pelo Jornal de Fato, em Mossoró, para a função de repórter no caderno Estado.
        Ainda em Apodi, foi pioneiro na criação de blog de notícias.
        Como assessor de imprensa, prestou serviço para as prefeituras de Severiano Melo e Martins, além de atuar em vários projetos voltados para a Agricultura Familiar, com o Projeto Dom Helder Câmara, ASA, ATOS e Coopern.
      Nos movimentos sociais, atuou como militante do Partido dos Trabalhadores de Apodi e do MST no Estado. Também esteve na fundação e renovação do PC do B, partido de onde saiu o grupo denominado “Nova Geração”. É um dos fundadores do FERSA-Fórum de Entidades Representativas da Sociedade Apodiense, da AAPOL Academia Apodiense de Letras  e da AEL- Academia Estudantil de Letras poeta Antônio Francisco.
      Iniciou as faculdades de Pedagogia, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Letras, mas não concluiu nenhuma. Atualmente, é aluno do curso de Jornalismo na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte [UERN].
      Sua literatura começa com a vida. Ainda não lançou livros, mas vem publicando seus textos em revistas, jornais e mídias eletrônicas. Foi, durante algum tempo, colaborador da revista Papangu e do caderno Expressão do jornal O Mossoroense, onde deixou muitas de suas poesias.
       Atualmente escreve crônicas semanais na coluna Balada do Impostor do caderno Mulher do Jornal de Fato. Também é organizador da revista Cruviana, espaço virtual dedicado a publicação de contos, reunindo escritores de língua portuguesa e castelhana.


No dia 18 de outubro de 2013 o jornalista e escritor  Jota Paiva fez o lançamento de seu livro “CRUVIANA”, 

uma seleção de contos contemporâneos do Brasil e do Mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
É PRECISO SABER USAR DA LIBERDADE. COM ELA CENSURAMOS OU APLAUDIMOS O QUE DEVE SER CENSURADO E O QUE DEVE SER APLAUDIDO. MAS NÃO PODEMOS ABUSAR DESSE PRIVILÉGIO PARA ASSUMIR ATITUDE QUE NÃO CONDIZEM COM A CIVILIDADE OU COM A DECÊNCIA. VERIFICAMOS QUE A IMENSA MAIORIA DOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO PERTENCEM A GRUPOS POLÍTICOS, DAÍ AS "INFORMAÇÕES" NA MAIORIA, NÃO POLÍTICAS E SIM, POLITIQUEIRAS, OU SEJA, UM GRUPO QUERENDO DERROTAR O OUTRO. É UMA VERGONHA! QUEM ESTÁ NA SITUAÇÃO, O POLÍTICO PODE SER O PIOR DO MUNDO, MAS PARA EMPREGADO ELE É O DEUS DA TERRA; NO LADO DA OPOSIÇÃO, O RADIALISTA OU JORNALISTA PASSA PARA A POPULAÇÃO QUE O GOVERNO NÃO FAZ NADA, PORÉM, NO INSTANTE QUE O PODER EXECUTIVO PASSA A INVESTIR NO TAL MEIO DE COMUNICAÇÃO, ATRAVÉS DE PROPOGANDA OU DAR UM CARGO COMISSIONADO AO DONO, AÍ, LOGO JORNAL, A EMISSORA E A TELEVISÃO MUDA O DISCURSO. DAÍ, COMO FICA O COMUNICADOR QUE ANTES FALAVA MAL DE TAL POLÍTICO, TER QUE PASSAR A ELOGIÁ-LO!!!